sábado, 8 de setembro de 2012

Imagine Lovatic Hot. - Capítulo 12.

Quando cheguei em frente ao prédio de Joe, paguei o táxi e sai. O porteiro me conhecia, então deixou-me entrar. Fui até o elevador e apertei o botão do andar de Joe. Encostei-me na parede do elevador e deixei as lágrimas escorrerem como jatos de meus olhos. Logo a porta do elevador abriu. Sai com a minha mochila nas costas, fui até a porta do apartamento de Joe e toquei a campainha. Logo ele abriu, sem dizer nada, abracei-o e comecei a chorar desesperadamente. Ele retribuiu o abraço. Eu precisava de alguém naquele momento, eu precisava de um amigo. Ele fechou a porta e levou-me até o sofá. Eu deitei minha cabeça no colo dele e comecei a chorar muito. Um tempo depois, quando consegui parar de chorar, sentei-me. Ele parecia preocupado e confuso.
Joe: Pequena, o que aconteceu? - perguntou preocupado para mim. -
Você: Ela me traiu Joe. - falei. Eu não conseguia mais chorar, as lágrimas já tinham secado. - A Demi me traiu. - falei com a voz falha. -
Joe: O que? - perguntou assutado. - Não, a Demi nunca faria isso pequena. Quem te disse isso? - perguntou. -
Você: A questão é que ninguém me falou, Joe. Eu vi. Eu vi com os meus próprios olhos. - eu olhou para ele. - Ela me traiu com o Wilmer, Wilmer Valderrama. - disse. -
Joe: Com o Wilmer? - perguntou. - Céus, eu nem sei o que falar, pequena. - disse. -
Você: Joe, eu não tenho pra onde ir. Eu posso passar essa noite aqui? Pelo menos, só hoje. - eu pedi. Realmente, não tinha para onde ir. -
Joe: Claro que pode, pequena. Você pode ficar o tempo que for, aqui. - disse. -
Você: Obrigado. - abracei-o. - Eu posso ir dormir? - perguntei. -
Joe: Claro. Vem, vou te levar até o quarto. - disse. Fomos até um dos quartos. - Esse quarto da frente é o meu. Qualquer coisa, eu vou estar ali. - sorriu. -
Você: Ok. Obrigado Joe. - abracei-o. -
Joe: De nada, pequena. - disse. Deu um beijo em minha bochecha e eu entrei no quarto. Coloquei meu pijama e deitei na cama. Meus pensamentos estavam á mil. Eu ainda não podia acreditar que aquilo estava acontecendo. Eu simplesmente não podia acreditar. Em meio á inúmeros pensamentos, adormeci. -

                                                   Joe Jonas narrando.

Doía ver (seu nome) triste daquela maneira. Eu sei que não conhecia ela a tanto tempo assim, mas, nós viramos muito amigos. Na verdade, ela se tornou minha melhor amiga e eu não queria vê-lá sofrer. Eu não podia acreditar que Demi tinha traído ela. (Seu nome) é tudo para a Demi. Eu sei que tem algo por trás disse e eu ainda vou descobrir o que é. Eu sabia que (seu nome) precisava de uma amiga nesse momento. Então, fui até o meu quarto, peguei meu celular e liguei para Miley.
  ~~ Início de Ligação. ~~
Miley: Alô? - atendeu. -
Joe: Oi Miley, é o Joe. - falei. -
Miley: Oi Joe. Então, o que tu quer? Eu to aqui com o Liam e tu está nos atrapalhando. - ela disse e eu ri. -
Joe: Eu só queria ligar, para pedir pra tu vir aqui em casa amanhã de manhã. - disse. -
Miley: Eu? Ir pra tua casa, amanhã? Por que? - perguntou assustada. -
Joe: Credo Miley, calma. O Liam pode vir também, na verdade, eu preciso que ele venha. É que a (seu nome) vai passar um tempo aqui. - eu disse. -
Miley: A (seu nome)? Como assim, Joe? - perguntou. -
Joe: A Demi traiu ela, Miley. - falei. -
Miley: Como é que é? - ela praticamente gritou. - Isso não é possível, a Demi nunca faria isso com ela Joe. Quem foi que disse essa merda pra ela? - perguntou. -
Joe: Eu também estou achando essa história bem estranha. O pior é que ninguém disse, foi ela mesma que viu Miley. - disse. -
Miley: Oh, céus. Eu não posso acreditar. - falou. -
Joe: Pois é, eu também não. - falei. - Então, vem aqui amanhã? Ela está precisando muito de ti, Miles. - disse. -
Miley: Claro que eu vou, aí. Até amanhã, então. Obrigado por avisar, Joe. - falou. -
Joe: Ok, até amanhã Miles. Beijo. - disse e desliguei o celular. -
  ~~ Fim de Ligação. ~~
  Deitei-me na cama e fiquei pensando. Essa história estava tão confusa. Demi traindo (seu nome)? Isso com certeza é coisa de outro mundo. Tudo bem, Demi não é perfeita, ninguém é. Mas, ela nunca faria uma coisa dessas. Muito menos com (seu nome), que é o amor de sua vida. Deduzi que (Seu nome) não teria dito para Demi aonde ela iria e a mesma deveria estar preocupada. Peguei meu celular e mandei uma mensagem para ela: "Fiquei sabendo sobre o que aconteceu com você e (seu nome). Sinto muito, Dem. Estou mandando essa mensagem para pedir pra que você não fique preocupada, (seu nome) está aqui em casa e vai passar essa noite aqui. Eu espero realmente que vocês se resolvam. Beijos. Boa noite, Demi." Coloquei meu celular no criado mudo e fiquei algum tempo pensando. Logo adormeci.
  Acordei, levantei-me, tomei um banho, sai, coloquei uma roupa qualquer, arrumei meu cabelo. Tava bonitão. Sai do quarto e fui até a cozinha. Quando cheguei lá, (seu nome) estava sentada na mesa, tomando café. Sua expressão estava triste, seu olhar estava tão distante.
Joe: Bom dia. - disse e dei um beijo em sua bochecha. Sentei-me na mesa de frente para ela e comecei a tomar café. -
Você: Bom dia, Joe. - ela disse. Sua voz estava fraca. -
Joe: Não precisava ter feito o café, (seu nome). - eu disse. -
Você: É só uma maneira de agradecer tudo o que você está fazendo por mim. - ela falou. Parecia que seus olhos não tinham vida. Ela estava realmente muito mal. Tomamos café em silêncio. Pude ouvir a campainha tocar e fui atender. Quando abri a porta, dei de cara com Miley e Liam. -
Miley: Ela já acordou? - perguntou. -
Joe: Sim. Miles, ela tá muito mal. - eu disse. Eles entraram e fomos até a sala, onde ela estava. A televisão estava desligada, os seus olhos estavam distantes. - (Seu nome), olha quem está aqui. - falei. Ela nos olhou e quando viu Miley seus olhos encheram-se de lágrimas. -
Você: Miles. - ela disse. Veio correndo até Miley e abraçou-a. Ela não aguentou e começou a chorar, chorar muito. Eu e Liam nos entreolhamos. Ambos não gostávamos de vê-lá daquela maneira. -
Miley: Pequena, calma.. calma. - disse. Levou-a até o sofá e sentou ao seu lado. Eu e Liam fomos até elas. -
Joe: (Seu nome), eu e o Liam vamos na casa da Demi pegar o resto das tuas coisas e tu fica aqui com a Miley. Pode ser? - perguntei. -
Você: P-Pode. - disse. Eu e Liam fomos saindo, mas antes de sairmos, ela nos chamou. - Esperem um minuto. - disse. Ela saiu correndo da sala e em seguida voltou. Entregou-me um colar. - Eu quero que vocês entreguem isso para Demi, eu iria dar pra ela. Mas.. - ela suspirou e abaixou a cabeça. Eu e Liam olhamos o colar. Era igual ao que Demi tinha dado para ela. Viramos e na parte de trás, estava gravado: "Eu te amo. <3 - (Seu nome)" -
Liam: Nós vamos entregar. - ele deu um leve um sorriso. Saímos do meu apartamento, pegamos o elevador e descemos. -
  Tínhamos acabado de parar o carro na frente da casa de Demi. Eu e Liam nos olhamos. Saímos do carro e fomos até a porta. Tocamos a campainha e logo abriram a porta. Era Dallas.
Dallas: Oi meninos. - ela disse e nos deu espaço para entrar. Fomos até a sala. Estavam todos lá. Demi estava deitada no sofá, com a cabeça no colo de Dianna. Ela parecia mal. Seus olhos estavam vermelhos e inchados, como se tivesse chorado a noite toda. Quando ela nos viu, assustou-se. -
Demi: Meninos, o que fazem aqui? - perguntou. Eu e Liam nos olhamos, eu suspirei. -
Joe: Pequena, nós viemos buscar o resto das coisas da (seu nome). - falei. Ela abaixou a cabeça. -
Demi: Então, ela vai embora mesmo, né? - eu simplesmente assenti. Liam foi até ela e abraçou-a. -
Liam: Vai ficar tudo bem, Demi. - ele disse e deu um beijo em sua bochecha. Eu e Liam subimos as escadas e fomos até o quarto de (seu nome). Pegamos as malas que estavam no closet, colocamos em cima de sua cama e fomos guardando as roupas dela. Quando terminamos, Liam chamou-me. -
Joe: O que foi? - perguntei para ele. Saiu do closet com algumas fotos na mão. Quando olhei, eram fotos da Demi e de (seu nome). Juntas. Abraçadas, sorrindo. Um casal perfeito. -
Liam: Você acha que nós devemos levar? - perguntou, eu assenti. Peguei as fotos e guardei no fundo de uma das malas. Nós pegamos as malas e descemos com ela. Demi nos olhou, seus olhos estavam cheio de lágrimas. Eu e ele fomos até ela. -
Joe: Demi.. - chamei-a. -
Demi: O que foi? - perguntou com a voz embargada. -
Joe: A (seu nome) pediu para nós te entregarmos isso. - eu disse e entreguei-lhe o colar. -
Demi: É igual ao que eu dei para ela. - disse e deu um leve sorriso. -
Liam: Olhe a parte de trás. - falou. Ela virou o colar e viu. Não conseguiu mais conter as lágrimas e começou a chorar. Fui até ela e abracei-a. -
Joe: De tempo ao tempo, pequena. - falei. Nos despedimos deles e pegamos as malas. Colamos no carro, entramos e logo demos a partida em direção ao meu apartamento novamente. -

3 comentários:

  1. Eita, porra. :( Ah, velho. Eu tenho que escutar a Demi! Ta perfeito.

    ResponderExcluir
  2. Concordo eu tenho q escultar a Dems <3 ta mais q perfeitooo

    ResponderExcluir
  3. VÉI, COMO FAZ PRA PARAR DE CHORAR? '----------'

    ResponderExcluir